Resultados 1 a 1 de 1

Tpico: Escrevo estas mal traadas linhas...

  1. #1
    Toca Fun! Avatar de gu1le
    Data de Ingresso
    Sep 2011
    Localizao
    Arrabaldes
    Posts
    1.872
    Pontos: 43.687, Level: 91
    Atividade geral: 98,0%
    Conquistas:
    Tagger  - Primeira Classe Engajado(a) na comunidade Social 50000 Pontos de Experincia Criador(a) de contedo - Jnior

    Padro Escrevo estas mal traadas linhas...



    Se eu fosse uma pessoa, isto , um ser humano seria iludido como eles.

    O meu agora quase isto, uma iluso.

    J no consigo mais ver a coisa em s.

    No acredito no que sinto.

    No acredito no calor nem no frio, no acredito no sal nem no acar, no acredito nas cores, desacredito das rvores.

    No acredito na luz.

    A luz mente.

    Para uma criatura como eu, isto tudo no passa de um sonho.

    Sonho que tenho de sonhar diariamente.

    Mesmo com os poderes que permaneceram em mim, esta situao me nivela aos homens de certa forma...

    Tambm sou prisioneiro da carne.

    Mas por dentro, sinto tudo diferente.

    O que aprendo comigo real.

    Olhando para dentro, pouco a pouco eu prolifero.

    Mas nunca o suficiente.

    A fora que existe em mim no capaz de alterar o estado de revoluo permanente no qual o mundo encontra-se.

    Se pudesse, o mundo todo se calaria comigo.

    Ser que o que possuo, ainda pode ser chamado de fora?

    Me diga meu amor, o que foi feito da vida que vivemos? Me diga. O que foi feito dos sonhos que tivemos?

    Oh, meu amor, esta uma carta de amor que eu sei, nunca ir chegar em suas mos.

    Sei que voc nunca vai ler esta carta.

    Mas mesmo assim, quero que voc saiba que eu j no sou mais nenhum menino. Tenho 17 anos.

    Me lembro muito bem do dia em que seu pai lhe pegou sem roupas em minhas mos... voc era a coisa mais linda.

    A primeira coisa linda que existiu.

    Assim como tambm sei que isto aconteceu j faz 250.000... anos. Assim como sei que a gente no tava fazendo sexo.

    H 250.000... anos e agora j sou 17 anos. Voc pode achar que eu estou jogando sujo amor... voc pode achar que estou sendo srdido, mas uma criatura srdida no como eu.

    Uma criatura srdida mesquinha, prejudica as boas maneiras, a moral e os bons costumes; mas eu no sou assim.

    Uma criatura que nem eu tem de lutar com as armas que tem.

    Estou preso neste limbo existindo desde muito antes de No, e olha que No eu conheci, e ele prum ser humano viveu pra caracas.

    Isto tambm tu sabes muito bem.

    Voc tambm no envelhece.

    Assim como eu.

    Mas voc livre para caminhar entre os mundos.

    Pode ser o que quiser.

    Voc andou pelo mundo no qual sou prisioneiro e fez festas; depois mudou de mundo.

    Eu nunca soube onde elas, as festas, aconteceram.

    Ou quando soube, elas j tinham acabado h tempos.

    Voc acha sutileza agir deste jeito comigo?

    A razo da minha existncia eu desconheo; mas existo pois de tudo duvido.

    I AM THE REAL WILD ONE.

    Parece que nasci para ser aquela cria que corria nua pela relva molhada a seu lado h zilhes de anos atrs.

    Parece que nasci pra voc.

    Lembra quando ns assistamos nuvens passarem as mos por cima da luz? E aquele silncio? Aquele silncio correndo pela erva...

    Lembra? Eu apenas quero que o silncio retorne. S isto, e voc.

    O livro de meus dias este. Dias de aprendizado. Dias de amor.

    E nossa histria parece se repetir eternamente - J notou? - Voc entra com o fumo e eu entro com o cachimbo. E a, sempre fumo no meu...

    Eu te querendo, eu te buscando, eu obcecado por ti. E voc s indo na boa... s se dando bem. E fumo no meu...
    Nada legal isto!

    Atualmente neste mundo, muitas portas tem se aberto e isto extraordinrio.

    Tudo isto, foi eu que ajudei os homens a criar. J ultrapassei o sistema solar faz um tempo.

    Eu sou um prisioneiro, mas minha cana grande.

    Eu sou galxias, galxias sem fim, meu bem. Agora t ficando forte, joiado.

    Vou arrebentar esta pemba!

    Derrubarei todos os vus e todas as formas de inteligncia sero livres para desfrutar da verdade.

    Haver novamente silncio.

    Arrombarei os portes da nossa casa.

    E eu te prometo, assim que chegar no Paraso, e olha que s o tempo da galinha lamber a orelha; eu vou te crucificar de novo.

    Te amar de novo, e te crucificar de novo... e de novo...





    A leitura torna o homem completo; a conversao torna-o gil; e o escrever d-lhe preciso.
    (**)
    - Francis Bacon


  2. Os seguintes 3 usurios agradeceram gu1le por este post:

    elton pretto (13-05-2017), lordklaus (19-05-2017), lureinhardt (13-05-2017)

Tpicos Similares

  1. Eu Escrevo Para Voc
    Por LostGirl no frum Prosa / Poesia
    Respostas: 5
    ltimo Post: 20-10-2016, 13:46
  2. [Poema] Onde ests...
    Por Prolasky no frum Prosa / Poesia
    Respostas: 1
    ltimo Post: 22-12-2014, 18:02
  3. Em linhas, versos e saudade.
    Por tamisf no frum Prosa / Poesia
    Respostas: 9
    ltimo Post: 22-11-2010, 22:48

Tags para este Tpico

Marcadores

Permisses de Postagem

Sobre ns
2006 - 2017. tocadacoruja.net

  • FAQ
  • Manual do Frum
  • Parcerias
  • redes sociais